Extrusora De Laboratório

Extrusora De Laboratório

Extrusora de laboratório para todos os polímeros;
Atendendo normas: ASTM e DIN; 3 zonas de aquecimento extrusora de laboratório é montada com sistema de controle térmico composto de capa térmica, dissipadores de alumínio, resistências e ventiladores a fim de reproduzir e garantir o melhor desempenho, durante o desenvolvimento de produtos. A extrusora de laboratório deve também ser equipada com uma rosca de plastificação que contenha a geometria adequada para realizar toda a reologia necessária para se obter o melhor desempenho.
A composição mecânica desta linha é: Gabinete de sustentação da linha, conjunto motor redutor, conjunto de cilindro e rosca de plastificação, funil de alimentação, painel elétrico para controle de conjuntos térmicos e de motorização (inversor de frequência), cabeçote de granulação, calha de resfriamento de espaguete, granulador. Esta composição está voltada para a linha de granulação, em casos especiais, .
Extrusora de laboratório é o equipamento utilizado no desenvolvimento de materiais, compostos especiais e cores, em pequena escala, utilizando normalmente extrusoras de pequenos diâmetros a fim de realizar testes de desenvolvimento com o menor gasto de matéria prima, insumos e consumo possível. Uma vez atingida a formulação ideal do produto pretendido, passa-se esta produção para as maquinas de grandes produções.
a extrusora de laboratório é montada com sistema de controle térmico composto de capa térmica, dissipadores de alumínio, resistências e ventiladores a fim de reproduzir e garantir o melhor desempenho, durante o desenvolvimento de produtos. A extrusora de laboratório deve também ser equipada com uma rosca de plastificação que contenha a geometria adequada para realizar toda a reologia necessária para se obter o melhor desempenho.